Campanha reforça proibição de adornos no ambiente hospitalar

Com foco no atendimento humanizado e com o objetivo de ampliar e potencializar as ações voltadas para a área da humanização, cuidando dos pacientes com amor e respeito

O setor de Segurança, Medicina e Qualidade de Vida – SQMV, da Fundação Hospital Maternidade São Camilo – FHMSC, iniciou, nesta terça-feira (14), as Pausas de Segurança, da Operação Zero Adorno.

A campanha é coordenada pela técnica de segurança da instituição Alcilea Scopel e visa a sensibilizar os profissionais sobre a Norma Regulamentadora nº32, do Ministério do Trabalho, em seu item 32.2.4.5, que proíbe utilizar no ambiente hospitalar anéis, alianças, pulseiras, relógios pessoais, colares, brincos, broches, piercings expostos e crachás pendurados com cordão.

“O motivo é que esses adornos podem abrigar micro-organismos causadores de infecção, comprometendo, assim, a segurança dos pacientes e dos próprios colaboradores”, explica Alcilea.

A ação também reforça a importância da higienização das mãos e de manter as unhas aparadas, além de não usar unhas postiças ou em gel, durante o expediente.